terça-feira, junho 12, 2007

O mundo e seu maravilhoso caos


De repente você se vê sem dinheiro, tendo que ameaçar a gerente de seu banco a não cortar seu limite ou você corta os pulsos, doente, com febre e sem ninguém para te mimar - mimo é o mínimo que uma mulher precisa para se sentir bem-quista. Mas aí você começa a perceber mais de uma pessoa te olhando de um jeito diferente, você conclui que a febre deve ter acabado com os neurônios responsáveis pela sensatez, se é que existe isso! O bonitão fala que gostou de você e o bonitinho do sorriso lindo te dá um beijo, enquanto isso, o garotinho que você nunca havia dado trela te rouba um beijo na maior cara de pau e você pensa "deve ser a Parada Gay" não é possível!

Aí, você recebe duas propostas de emprego e dois freelas, todos para começar ou entregar na próxima segunda-feira. Você desacredita, mesmo assim aceita porque antes todas as mãos ocupadas que vazias. Então, você tem uma desinteria nervosa, percebe que seu cabelo está caindo demais, mas, porra, você tem opções, todas de uma vez, mas ainda assim são opções. Agora vem a pergunta que não quer calar "o universo nunca ouviu falar em um passo de cada vez"?

Tudo bem, assim também é gostoso!

3 comentários:

Paulo Bono disse...

preciso de um universo desses.
abraço.

brain of J disse...

o universo?
esse caos?

ele é mesmo muito bom...

Rafael Favoretto disse...

Eu sou o garotinho então...poxa pensei que era o bonitão.........