quarta-feira, agosto 01, 2007

Coerência

Pensar, sentir e agir com coerência. Quando é que vou conseguir unir estas três coisas nas porras de minhas atitudes, meu Deus do céu? Ter a sensação de que por alguns minutos você teve a única opção certa nas mãos e jogou-a pelo ralo quando ele disse "e aí, como ficamos"? E você apenas responde "ficamos". Pior, a pergunta dele nem foi uma senhora frase de efeito. Foi simples, direta, certeira, na medida. E a coisa mais sensata era apenas dizer não, permitir-se dizer não. Não, não e não. Por que escrever é sempre muito mais fácil que dizer? Por que é tão difícil dizer não para as coisas que se deseja? Olha, eu daria meu reino por uma vida com menos questionamentos! Estou ficando com sono de mim mesma!

3 comentários:

Paulo Bono disse...

vamos fazer o seguinte: às vezes pensa direito antes de agir; outras vezes não pensa em porra nenhuma. quem disse que tem que acertar? aliás, o que é certo mesmo?
abraço

Doris disse...

Hahahahahahaha Sono de mim mesma é muito bom!
Quanto à coerência, esquece. Eu cansei de exigir de mim mesma isso e me decepcionei tanto que desisti!

Anônimo disse...

rsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsRSRSRRSRSRSRSRSRSRSRRSRSRSRSRSRSRRSRSRSRRSRSRSRRS
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
QUANDO ME CONTARAM EU VIM VER DE PERTO PQ NÃO ACREDITEI.